MCTES Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

18

Gabriel Salimo reitera comprometimento do país nas cátedras de pesquisa

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Gabriel Salimo, defendeu o comprometimento do país no apoio e acompanhamento do processo de implementação da cátedra seleccionada. Intervindo no lançamento da Iniciativa Africana de Cátedras de Pesquisa Oliver  Tambo (ORTARChI) a decorrer de forma virtual para diferentes países África a partir da África […]

O Ministro da Ciência e Tecnologia, Ensino Superior e Técnico Profissional, Gabriel Salimo, defendeu o comprometimento do país no apoio e acompanhamento do processo de implementação da cátedra seleccionada.

Intervindo no lançamento da Iniciativa Africana de Cátedras de Pesquisa Oliver  Tambo (ORTARChI) a decorrer de forma virtual para diferentes países África a partir da África do Sul, Gabriel Salimo disse que a partilha e uso do conhecimento e experiências permitirá uma jornada mais eficaz rumo ao alcance dos objectivos e sucesso de implementação das Cátedras.

‘’Estamos cientes que o seu sucesso impulsionará o desenvolvimento das infraestruturas de pesquisa, parcerias de pesquisa, formação de cientistas e aumento da qualidade da pesquisa dos nossos países”, afiançou.

Para os próximos cinco anos de actividade ligada as cátedras foram seleccionadas dez primeiras instituições anfitriãs da iniciativa e titulares de cátedras de pesquisa.

De acordo com o CEO da NRF, Molapo Qhobela, as cátedras das universidades públicas dos sete países do continente africano conduzirão pesquisas e apoiarão o desenvolvimento de habilidades de ponta numa ampla diversidade de tópicos, como clima, saúde pública, empreendedorismo e emprego para jovens.

Para Molapo Qhobela, alinhados ao conceito global de Cátedras de pesquisa, esses pesquisadores de classe mundial não só irão liderar equipas de pesquisa multidisciplinares, mas também treinarão a próxima geração de pesquisadores.

Segundo a Directora Executiva do FNI, Vitória Langa de Jesus, a iniciativa vai potenciar o subsistema do ensino superior, assim, como promover a investigação básica e aplicada, garantido, a formação de quadros qualificados.

Vitória de Jesus, referiu que a iniciativa visa essencialmente reforçar a capacidade de gestão do conhecimento científico com o fito de promover o desenvolvimento económico, na medida que irá aumentar a produção de conhecimentos e competências de qualidade, contribuindo para o desenvolvimento de parcerias mutuamente vantajosas na área de investigação entre os países implementadores, a médio e longo prazos.

A iniciativa ORTARChI disponibiliza cinco anos de financiamento num montante de aproximadamente de 15 milhões de dólares americanos, concedido após um processo de revisão rigoroso e em reconhecimento à excelência institucional e capacidade nas disciplinas identificadas; compromisso em apoiar a liderança de pesquisa de alta qualidade; e talento; bem como a pesquisadores individuais reconhecidos internacionalmente.

O presidente do IDRC, Jean Lebel, referiu que para além do apoio concedido através de bolsas para estudantes de pós-graduação e bolseiros de pós-doutoramento, serão disponibilizados fundos pela NRF e pela OATF a 55 doutorandas africanas que estudarão sob a supervisão das respectivas instituições anfitriãs das cátedras.

“Através de parcerias estratégicas internacionais e regionais, as Cátedras contribuirão para o desenvolvimento a longo prazo, com benefício mútuo, da colaboração na pesquisa no Continente Africano, ” disse Jean Lebel.

O CEO da OATF, Zengeziwe Msimang, avançou que este é um novo capítulo importante na história da ORTARChI. A iniciativa foi anunciada pela primeira vez em 2017 para comemorar o 100º aniversário de nascimento de um dos líderes mais importantes da luta de libertação da África do Sul, Oliver Tambo, que liderou o Congresso Nacional Africano durante os anos de exílio.

“Tambo não era apenas um pan-africanista comprometido, mas também um defensor da ciência e da tecnologia ”, afiançou.

Esta iniciativa baseia-se no trabalho de Oliver Tambo, um proeminente sul-africano e pan-africanista com formação em ciências, que acreditava em criar mudanças através da educação e em cooperação e solidariedade entre as nações africanas.

A ORTARChI é uma oportunidade para promover os valores pelos quais O.R. Tambo se manteve. Esses valores incluem integridade, coragem de convicção, diplomacia e humildade. A iniciativa também reconhece a excelência africana nas áreas de estudo pelas quais ele era tão apaixonado. Tambo não só acreditava na África como um centro de excelência, mas também que era e continuaria a ser o lar de inovação e brilho.