MCTES Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

81

LUDMILA MAGUNI DESAFIA AOS GRADUADOS DA UNISAVE A SEREM AGENTES DE MUDANÇA NO CONTEXTO DO DESENVOLVIMENTO SÓCIO-ECONÓMICO

A Secretária de Estado na Província de Inhambane, Ludmila Maguni, desafia aos recéns graduados em Mestrado e Licenciatura pela Universidade-Save, Extensão de Massinga a usar do conhecimento adquirido para transformar as oportunidades em bens e serviço, por forma a dinamizar a economia do País.

A Governante, fez este pronunciamento, nesta terça-feira (26.4) no Distrito da Massinga, durante a realização da I Cerimónia de Graduação do Curso de Mestrado e Licenciatura.

Trata-se de 10 mestres e 139 licenciados, nas áreas de Gestão de Recursos Humanos, Administração e Gestão da Educação, Agropecuária, Psicologia, incluindo a Educacional, Ciências Ambientais, Ensino de Biologia, Ensino de Matemática, Ensino de Química, Ensino de História e Ensino de Geografia, pela Universidade Save.

Na ocasião Ludmila Maguni, apelou aos recéns graduados para que usem do conhecimento adquirido durante o processo de formação para mudar o mundo, através de iniciativas inovadoras que possam contribuir para desenvolvimento económico do País e em diferentes extensões. 

Maguni destacou ainda que do universo dos Graduados, 72.6% são do sexo feminino, e atendendo aos desafios que a jovem rapariga e a mulher têm enfrentado para aceder ao ensino superior. A governante congratulou a UniSave pela percentagem encorajadora de graduadas, tendo desafiado para que continue a implementar programas que incentivem o acesso contínuo do género feminino ao ensino superior.

Por seu Turno, Manuel José de Morais, Reitor da UniSave, Extensão Massinga, reconheceu que a Universidade é jovem, contudo tem estado atento aos desafios que o País enfrenta, pois foi neste âmbito que foram introduzidos os cursos ao nível da pós-graduação em áreas cruciais como Educação e Desenvolvimento Sustentável das Comunidades.

Morais acredita que com os Mestres em Educação, ora graduados na qualidade de especialistas darão um grande contributo no sector para superar os problemas inerentes à qualidade de ensino e os mestres em Desenvolvimento Comunitário vão contribuir para o desenvolvimento sustentável das comunidades, através do uso racional dos recursos localmente disponíveis, sem descurar as questões ambientais.