Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Programa um computador
por estudante do Ensino Superior

25

Vice-Ministro da CTES desafia graduados da Universidade Católica de Moçambique à serem profissionais  proactivos

O Vice-Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Edson da Graça Francisco Macuácua, desafia os recém-graduados da Universidade Católica de Moçambique à serem profissionais  proactivos nos domínios do saber ser, saber estar e saber fazer.

O desafio foi lançado recentemente no Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, na cidaded de  Maputo, por ocasião da Cerimónia de Graduação da Universidade Católica de Moçambique( Extensão de Maputo) e do Instituto de Educação à Distância – Centro de Recursos de Maputo. 

Segundo Macuácua, o perfil de um graduado da Universidade Católica de Moçambique deve ser de um excelente profissional, que para além dos conhecimentos técnico-científicos, distingue-se pelos valores humanísticos e éticos de amor, justiça, paz, integridade e solidariedade e, acima de tudo, pelo respeito pela universalidade do ser humano, assente na dignidade da pessoa humana. 

“A sociedade espera de vós uma grande contribuição no desenvolvimento do país através do vosso empenho e desempenho como parte da solução para os desafios da eficácia, eficiência e produtividade nos locais de trabalho” sublinhou.

De acordo com o dirigente, a Universidade Católica de Moçambique tem vindo a crescer e a expandir as suas actividades, à escala nacional, massificando o acesso ao ensino superior aos moçambicanos, contribuindo para uma maior inclusão, equidade, unidade nacional e desenvolvimento equilibrado e harmonioso do nosso país, sendo por isso uma instituição de referência nacional e internacional, pelo seu cometimento no ensino, investigação, extensão, inovação e internacionalização.

No total, foram graduados 189 estudantes de diversas áreas do saber, entre Licenciados, Mestres e 1 Doutor (da especialidade de Inovação Educativa), sendo 154 da modalidade do ensino à distância e, os restantes da modalidade do ensino presencial.  

Importa frisar que, a cerimónia de graduação teve lugar dois dias após a realização da primeira Conferência Nacional sobre a Educação de Qualidade em Moçambique, um evento  que juntou representantes de todos os actores relevantes do Sector da Educação em  Moçambique, designadamente,  o Governo, as instituições de ensino , a Sociedade civil, as Confissões religiosas, o sector privado, os estudantes, os professores,  os pais e encarregados de educação, numa reflexão conjunta, franca e aberta sobre o estágio da qualidade de educação em todos os subsistemas de ensino no país.