Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Programa um computador
por estudante do Ensino Superior

25

MCTES encoraja ISET — ONE WORLD a promover o emponderamento da mulher através da educação superior

O Vice-Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Edson Macuácua, encoraja a Instituto Superior de Educação e Tecnologia (ISET — ONE WORLD) a continuar a promover o emponderamento da mulher através da educação superior, rumo à equidade de género no acesso e frequência aos níveis de graduação e da pós-graduação neste subsistema de ensino.

O encorajamento foi lançado durante a XII Cerimónia de Graduação do Instituto Superior de Educação e Tecnologia, comummente designado por ISET – ONE WORLD, realizada sexta-feira (31/03/2023), na Província do Maputo, do Distrito de Namaacha e do Posto Administrativo de Changalane, onde dos 60 graduados (54 Licenciados e 6 Mestres) de diferentes especialidades, 34 são mulheres (cifra correspondente à 56 por cento de estudantes finalistas do sexo feminino do total de graduados).

Na ocasião, Edson Macuacua exortou os graduados a honrarem esta distinção, através da excelência no mercado do trabalho e na sociedade, aplicando os conhecimentos científicos adquiridos com humanismo, cidadania, patriotismo e elevação do espírito empreendedor, criativo e inovador, contribuindo para o desenvolvimento do país.

Segundo o Vice Ministro, o ensino superior constitui um dos subsistemas do Sistema Nacional de Educação (SNE) e, a ele, reserva-se a grande responsabilidade de formar o Capital Humano e Social de elevada qualidade que contribua, proactivamente, na promoção do crescimento e desenvolvimento socioeconómico nacional.

É neste quadro, que no âmbito do Programa Quinquenal do Governo 2020 – 2024 (PQG 2020 – 2024) que define como objectivo central “adoptar uma economia mais diversificada e competitiva, intensificando os sectores produtivos com o potencial para elevar a geração de renda e criação de mais oportunidades de emprego, sobretudo, para jovens”, o desenvolvimento do Capital Humano e da Justiça Social constitui uma prioridade do Governo.

“Aliás, o Governo moçambicano assume que o Capital Humano constitui o activo mais importante na materialização da agenda nacional de edificação de uma sociedade de justiça social e de criação do bem-estar material, espiritual e de elevação da qualidade de vida dos cidadãos”, sublinhou.

Em adição, o Governo, através de medidas de política, de regulação e de regulamentação, pretende que se consolide um ensino superior de qualidade e socialmente relevante, um subsistema de ensino que atenda, satisfatoriamente, às demandas da nossa Administração Pública, do sector produtivo e da sociedade no geral.

Num outro desenvolvimento, Macuácua recordou que a abordagem em torno da qualidade do ensino superior no nosso país deve ser feita à luz do Sistema Nacional de Avaliação, Acreditação e Garantia da Qualidade no Ensino Superior (SINAQES), instrumento aprovado pelo Decreto numero 63/2007, de 31 de Dezembro e, implementado e supervisionado pelo Conselho Nacional de Avaliação de Qualidade do Ensino Superior (CNAQ).

Nesta ordem, o SINAQES visa fundamental desenvolver e promover a cultura de procura constante pela melhoria da qualidade nos serviços prestados pelas instituições de ensino superior, bem como informar à sociedade sobre o estágio da qualidade do ensino nas diferentes instituições de ensino superior nacionais, tanto públicas, quanto privadas.

Assim, no contexto do SINAQES, os padrões de qualidade do ensino superior têm em conta 9 Indicadores, designadamente, missão e objectivos gerais da Unidade Orgânica; organização e gestão; currículo; corpo docente; corpo discente; pesquisa e extensão; corpo técnico e administrativo; infra-estruturas; e nível de internacionalização.

Recorde que a 23 de Dezembro do transacto ano de 2022, o CNAQ distinguiu o ISET — ONE WORLD com a outorga do “Selo de Qualidade CNAQ”, atestando, por essa via, que esta instituição de ensino superior se encontra alinhada com o SINAQES.

O “Selo de Qualidade CNAQ” é um compromisso do CNAQ de levar à sociedade uma referência confiável e organizada sobre as instituições de ensino superior que se mostram credíveis através da implantação da cultura de qualidade e, com a oferta de um ensino de qualidade e que atenda às exigências e necessidades do mercado de trabalho.

“Gostaríamos de chamar atenção aos recém-graduados e à toda comunidade académica do ISET — ONE WORLD, que a recente distinção da instituição com o “Selo de Qualidade CNAQ” elevou a responsabilidade de cada um de vós como “emissários” da “marca Instituto Superior de Educação e Tecnologia (ISET — ONE WORLD)”, sublinhou o Vice-Ministro.