MCTES Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

25

Ministro Daniel Nivagara insta ao INAGE para maior actuação no processo da prestação e divulgação dos serviços

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, acompanhado em sua comitiva, realizou hoje, 29 de Janeiro de 2021, uma visita de trabalho ao Instituto Nacional de Governo Electrónico (INAGE), para inteirar-se dos processos, funcionamento e implementação dos serviços públicos digitais. Durante a visita, que teve início na sede do INAGE, na cidade […]

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, acompanhado em sua comitiva, realizou hoje, 29 de Janeiro de 2021, uma visita de trabalho ao Instituto Nacional de Governo Electrónico (INAGE), para inteirar-se dos processos, funcionamento e implementação dos serviços públicos digitais.

Durante a visita, que teve início na sede do INAGE, na cidade de Maputo, tendo culminado no Centro de Dados do Governo em Maluana, distrito da Manhiça, Daniel Nivagara, interagiu directamente com os funcionários e agentes do Estado e tendo sido informado do andamento das actividades dos sectores.

Ainda no quadro desta visita, Daniel Nivagara orientou a primeira sessão do Conselho Directivo do INAGE, tendo sido feito uma apresentação do panorama global do funcionamento do INAGE, pelo Director Geral do INAGE, Ermínio Jasse.

Nesta sessão, Ermínio Jasse, destacou projectos e acções de grande envergadura que tem proporcionado mudanças significativas na Administração Pública na área das Tecnologias de Informação e Comunicação.

Projectos como o Portal de serviços, que poderá facilitar o acesso dos mesmos pelo cidadão; o Centro de Resposta a Incidentes de Segurança Cibernética do Governo (CSIRT), que já iniciou a sua implementação; a expansão da Rede Electrónica de Governo para mais distritos; Migração de sistemas de instituições para o Centro de Dados do Governo, são alguns dos projectos em carteira para a sua implementação.

Na sua intervenção, o Ministro, instou ao INAGE a trabalhar afincadamente no processo de arrecadação de receitas, prestando melhor seus serviços, bem como divulgá-los cada vez mais de modo a canalizar potenciais clientes.

“Urge a necessidade de trabalhar arduamente, evolvendo todos sectores, para atingir as metas aquí definidas, com vista a melhorar a eficiência, eficácia e modernização da Administração Pública na sua interacção com o cidadão” – acrescentou Nivagara.