Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Programa um computador
por estudante do Ensino Superior

18

Moçambique e Suécia reforçam cooperação nos domínios da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Trata-se de um resultado obtido na recente visita de trabalho do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, à Suécia, de 26 de Agosto à 03 de Setembro ano em curso.

A referida missão de serviço tinha como objectivos gerais aprofundar as relações de cooperação existentes entre Moçambique e Suécia nos domínios da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, por um lado e, reforçar a colaboração entre a Universidade de Lund, da Suécia e, as instituições de ensino superior moçambicanas, por outro.

Especificamente, a aludida missão de serviço visava concretizar, entre outros, (i) a assinatura do acordo de colaboração entre a Universidade de Lund e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), (ii) identificar oportunidades de colaboração no domínio da Ciência, Tecnologia e Inovação, (iii) mobilizar parcerias para a implementação de acções e iniciativas inscritas no Programa Quinquenal do Governo de Moçambique 2020-2024 (PQG 2020-2024) e, (iv) estabelecer um mecanismo formal que sirva de directriz para a implementação de programas no domínio da Ciência, Tecnologia e Inovação, Ensino Superior e Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) entre Moçambique (através do MCTES e a Universidade de Lund).

Do conjunto de resultados tangíveis, na sequência da missão de serviço em questão e, particularmente na sequência da visita à Universidade de Lund, pode-se destacar, (a) compromisso mútuo de promover a cooperação académica e científica entre Moçambique e a Suécia, nas áreas de Ciência, Tecnologia e Inovação; Ensino Superior e TIC; (b) exploração de possibilidades de bolsas de estudo para estudantes moçambicanos em Lund; (c) exploração de oportunidades de pesquisa conjunta em áreas estratégicas, como formação, empreendedorismo, energias renováveis; (d) acordo para estabelecer um comité de colaboração permanente entre o MCTES e autoridades académicas suêcas.

A aludida missão de serviço à Suécia enquadra-se, igualmente, no conjunto de iniciativas e esforços que o MCTES vem empreendendo visando reforçar as capacidades e competências para à implementação das acções nas áreas de intervenção e nos pilares estratégicos da nova Política e Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação (PCTI) de Moçambique.

Refira-se que a Suécia é um dos países que se destacada no mundo por se posicionar na dianteira na área de Inovação. A Universidade de Lund, em particular, tem-se destacado, igualmente, no processo de incubação de inovações revolucionárias na área agrícola, industrial e digital. Neste contexto, com a assinatura do acordo supracitado, estabelece-se uma plataforma de colaboração entre a Universidade de Lund e as várias instituições de ensino superior moçambicanas, bem como o estabelecimento de um programa colaborativo entre o Parque de Ciência, Tecnologia IDEON e a Empresa de Parques de Ciência e Tecnologia de Moçambique. 

Importa recordar, que em 2003, o Governo da República de Moçambique adoptou a primeira Política de Ciência e Tecnologia (PCT) do País e, posteriormente, em 2006, desenvolveu e adoptou uma Estratégia de Ciência, Tecnologia e Inovação de Moçambique (ECTIM). Desde então, o país avançou com a implantação de várias instituições-chave para promover a Ciência, Tecnologia e Inovação.

Assim, para fazer face aos desafios e impactos desencadeados pelos grandes e rápidos avanços científicos e tecnológicos, o MCTES encontra-se a liderar o processo de revisão dos supracitados normativos de política e de regulamentação.

Neste contexto, com vista à maximizar os esforços levados à cabo pelo Governo de Moçambique na promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação, be, como o Ensino Superior, o MCTES têm estado a desencadear acções conjuntas junto dos Parceiros de Cooperação Internacional, Agências das Nações Unidas, União Africana e Países da Região Austral de África com vista à contribuir para a consolidação dos instrumentos de política, de regulação e regulamentação nas suas áreas de intervenção.

Fizeram parte da delegação moçambicana à missão em referência, para além do titular da pasta de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, o Ministro Conselheiro na Embaixada de Moçambique para os países Nórdicos, José Mário Nhacuongue e, quadros do órgão central do MCTES e de Instituições Tuteladas pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.