MCTES Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

58

Semeadora Manual

A Semeadora Manual é uma construção mecânica baseada em duas rodas (uma dianteira e outra traseira) e que facilitam a sua locomoção. É uma máquina, cuja roda-dianteira desempenha a actividade de Guia; a roda-traseira serve para prensar a semente, depois de ter sido lançada para o solo. A estrutura é essencialmente composta por tubos de […]

A Semeadora Manual é uma construção mecânica baseada em duas rodas (uma dianteira e outra traseira) e que facilitam a sua locomoção. É uma máquina, cuja roda-dianteira desempenha a actividade de Guia; a roda-traseira serve para prensar a semente, depois de ter sido lançada para o solo. A estrutura é essencialmente composta por tubos de ferro galvanizado de meia (½) polegada.

Durante a sua utilização ao longo dum campo para o cultivo agrícola, a Semeadora Manual ao ser empurrada pelo Operador abre sulcos, põe as sementes; cobre os sulcos com terra e depois a faz a prensa. Em simultâneo marca a próxima linha (de sulco) para se prosseguir com a sementeira.

Ao ser empurrada pelo Operador esta Semeadora Manual move-se e nela acciona-se uma coroa- dentada (colocada na roda-dianteira) e que transmite força através de uma corrente que, por sua vez, movimenta uma roda-livre ou Pinhão fixado num eixo ligado a um recipiente ou cano de PVC que contem as sementes destinadas a lançar à terra.

O recipiente ou cano de PVC contem furos envolvidos por uma cinta de borracha que funciona como seleccionadora de sementes; e que contem 1 (um) furo. Através deste furo, as sementes caem à medida que o cano gira. Metodicamente, a semente cai no funil (9) e depois é conduzida até ao solo através de tubos de descida que terminam (na parte inferior) por segas (ou sulcadores). As segas têm o objectivo de abrir pequenos sulcos (de profundidade controlável) e nos quais são colocadas as sementes que são depois tapadas.

Os sulcos nos quais são depositadas as sementes) são tapados; levemente, por meio de duas chapas fixas em sentido oposto ao das segas (sulcadores). As segas estão na Semeadora para arrastar os solos para dentro dos sulcos (à medida que Operador empurra a Semeadora Manual). A “regulagem” da profundidade da sementeira é feita através da introdução (ou não) das segas (ou sulcadores) no solo.

Esta máquina possui, por isso, uma roda-traseira larga que serve de apoio para o direccionamento e prensagem das sementes depois destas terem sido tapadas. A “regulagem” das “entrelinhas” (de 30 a 70 centímetros) é obtida por via da utilização de riscadores (ou marcadores) montados sobre um “braço telescópico”. O marcador deixa uma indicação no solo, para que o Operador passe com a roda. Para o efeito guia-se com o alinhamento do traço precedente, sobre o qual se passa quando o semeador se desloca no sentido contrário.

Contacto: +258 82 9783676

Tem o Registo no IPI nº MZ/P/2013/297