MCTES Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

18

Seminário de Divulgação de Resultados dos Projectos Financiados pelo FNI

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), através do Fundo Nacional de Investigação (FNI), realiza de 21 a 23 de Outubro do ano corrente, na província de Gaza, Distrito de Manjacaze, Posto Administrativo de Chidenguele,  o III Seminário Internacional de Investigação Científica e o Seminário de Divulgação de Resultados dos Projectos financiados pelo […]

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), através do Fundo Nacional de Investigação (FNI), realiza de 21 a 23 de Outubro do ano corrente, na província de Gaza, Distrito de Manjacaze, Posto Administrativo de Chidenguele,  o III Seminário Internacional de Investigação Científica e o Seminário de Divulgação de Resultados dos Projectos financiados pelo FNI, sob o lema “Conhecimento Científico e Inovação na era Digital, impulsionando o bem-estar das comunidades”.

Fundo Nacional de Investigação – FNI, é uma instituição pública de âmbito nacional, criado pelo Governo, através do Decreto n.º 12/2005, de 10 de Junho, para garantir o financiamento de projectos e/ ou acções no domínio da investigação científica e o desenvolvimento tecnológico, a entidades públicas e privadas, e outras vocacionadas, ou com interesse no desenvolvimento da investigação, ciência e tecnologia.

A ser  dirigido por Sua Excelência Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Daniel Daniel Nivagara, o mesmo será realizado na modalidade hibrida (presencial e virtual), e conta com a presença de Sua Excelência  Secretário de Estado da Província de Gaza, Sua Excelência Governadora da Província de Gaza, Excelentíssimo Senhor Administrador do Distrito de Manjacaze, Exma. Senhora Presidente do Município de Manjacaze, Exmo. Senhor Chefe do Posto Administrativo de Chidenguele, Parceiros de Cooperação, Magníficos Reitores,Dirigentes das Instituições de Investigação e de Ensino Superior, Investigadores, Inovadores, Docentes, Estudantes, Empresas, entre outros actores interessados no desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Constituem objectivos deste evento:

  1. Melhorar a partilha e divulgação do conhecimento científico produzido ao nível dos países participantes;
  2. Criar sinergias no desenvolvimento da investigação científica e inovação tecnológica entre os países participantes, em tempos de pandemia;
  3. Debruçar sobre o alinhamento das políticas de investigação e inovação tecnológica;
  4. Explorar conjuntamente com outros parceiros os mecanismos de mobilização de recursos para financiar a investigação científica e inovação tecnológica; e,
  5. Partilhar os resultados e as experiências da pesquisa desenvolvidas pelos investigadores dos países participantes, nos últimos anos.

Importa realçar que para este evento foram submetidos 518 trabalhos, que foram avaliados por uma Comissão Científica Internacional que integra vários especialistas de reconhecido mérito profissional, oriundos de diversas Instituições de Pesquisa e de Ensino Superior, de Moçambique, EUA, Brasil, Cuba, Colômbia, Portugal, Alemanha, Africa do Sul, Inglaterra, Quénia, entre outros, dos quais foram aprovados 360 trabalhos.

Este evento realiza-se no quadro da implementação do Plano de Actividades do FNI, em reconhecimento da importância que a investigação científica, inovação e transferência de tecnologia reveste para o desenvolvimento dos Países, no que tange ao desenvolvimento dos Recursos Humanos para o Sistema da Ciência, Tecnologia e Inovação bem como para o fortalecimento das políticas governativas e elevação da produção e produtividade. Pretende-se que este evento sirva de plataforma de partilha e debate do estágio do desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação nos últimos anos, ilustrando os beneficiários e o impacto notório nas comunidades.

É desejo do Governo de Moçambique que este evento, sirva de veículo para que os cientistas coloquem as suas forças na criação de soluções dos problemas que os Países participantes enfrentam, através da utilização de ferramentas técnico-científicas que ajudem na definição das prioridades de intervenção para o alívio à pobreza e desemprego, avante ao aumento do nível de vida.